Cemig apresenta balanço de atuação durante fortes chuvas registradas no Sul de Minas

Mais lidas

Zema faz nova entrega de respiradores a cidades do interior de Minas

O governador Romeu Zema entregou nesta sexta-feira (24/7), em Manhuaçu, macrorregião de Saúde Leste do Sul, dez...

Pouso Alegre registra mais 36 casos e fecha a semana com 182 novas infecções

A cidade de Pouso Alegre segue na crescente em número de registros de novos casos de contaminação...

Pouso Alegre: Canil municipal tem mais de 100 animais à espera de um novo lar

O Centro de Bem Estar Animal da prefeitura de Pouso Alegre (Canil Municipal) está com 118 animais...

A Cemig contabilizou cerca de 2.400 atendimentos emergenciais decorrentes das fortes chuvas que atingiram o Sul de Minas desde a semana passada. Isto representa um aumento de cerca de 400% em relação aos dias normais. Para dar contas dos chamados, a empresa aumentou o contingente de empregados para auxiliar no atendimento das ocorrências, contando com mais de 470 eletricistas, técnicos e engenheiros, que atuaram ininterruptamente na recomposição dos danos causados à rede elétrica em diversos municípios da região.

Segundo o gerente de Serviços Comerciais e Emergenciais de Distribuição Sul, Fernando César Bragança, durante os dias de maior intensidade das chuvas, a empresa chegou a substituir cerca de 26  postes na região, que foram danificados em virtude da erosão do solo causada pela força das águas.

Fernando Bragança explica que o maior desafio enfrentado  pelas equipes de campo foi a dificuldade de acesso. “Em campo, nossos eletricistas enfrentaram muita lama, e trabalharam mesmo sob fortes chuvas para atender às ocorrências no menor tempo possível. Em locais onde as estradas encontravam-se interditadas ou havia pontes destruídas, nossas equipes tiveram que buscar caminhos alternativos, o que aumentou, em alguns casos, o tempo de deslocamento até o local onde se encontrava o ponto com defeito”.

O engenheiro destaca ainda que a Cemig destinou, desde o início das chuvas que atingiram o estado no final de janeiro, um contingente extra da força de trabalho,  com milhares de profissionais mobilizados para o restabelecimento de energia, e tem mantido constantemente contato com os órgãos públicos de defesa civil e proteção social.

A Cemig conta com um serviço de meteorologia, que prevê a ocorrência de tempestades. A partir dos alertas emitidos, é redimensionado o número de operadores da central de atendimento ao cliente e das equipes para realizar os serviços de restabelecimento de energia, de forma a atender a demanda extraordinária que surge com as chuvas. “As equipes de plantão são também previamente acionadas e posicionadas estrategicamente nas unidades da empresa na região, para atuar com maior agilidade” – informa.

- Publicidade-

Deixe uma resposta

- Publicidade -

Últimas Notícias

Zema faz nova entrega de respiradores a cidades do interior de Minas

O governador Romeu Zema entregou nesta sexta-feira (24/7), em Manhuaçu, macrorregião de Saúde Leste do Sul, dez...

Pouso Alegre registra mais 36 casos e fecha a semana com 182 novas infecções

A cidade de Pouso Alegre segue na crescente em número de registros de novos casos de contaminação por coronavírus. Após registrar um...

Pouso Alegre: Canil municipal tem mais de 100 animais à espera de um novo lar

O Centro de Bem Estar Animal da prefeitura de Pouso Alegre (Canil Municipal) está com 118 animais aptos para a adoção. São...

Casal é preso com plantação de maconha no quintal de casa, em Ouro Fino

Um verdadeiro matagal. Em cumprimento a um mandado de busca e apreensão em uma residência em Ouro Fino/MG, após receber denúncia anônima...

Dezesseis cidades do Sul de Minas seguem sem casos de coronavírus

Há pouco mais de quatro meses, o Sul de Minas confirmava seu primeiro caso de coronavírus. Mesmo após este período, pelo menos...
- Advertisement -

Você pode se interessar