Dedé não se apresenta ao Cruzeiro após prazo de negociação com time chinês chegar ao fim

Mais lidas

Zema faz nova entrega de respiradores a cidades do interior de Minas

O governador Romeu Zema entregou nesta sexta-feira (24/7), em Manhuaçu, macrorregião de Saúde Leste do Sul, dez...

Pouso Alegre registra mais 36 casos e fecha a semana com 182 novas infecções

A cidade de Pouso Alegre segue na crescente em número de registros de novos casos de contaminação...

Pouso Alegre: Canil municipal tem mais de 100 animais à espera de um novo lar

O Centro de Bem Estar Animal da prefeitura de Pouso Alegre (Canil Municipal) está com 118 animais...

O zagueiro Dedé continua com seu futuro indefinido. Ainda aguardando formalizar uma proposta com um clube chinês, o atleta não se apresentou para o Cruzeiro. Os empresários do jogador haviam solicitado autorização para conduzir as negociações com o time chinês mas o prazo se esgotou no último domingo.

Dedé deverá seguir realizando atividades físicas na academia da Toca da Raposa II, separado dos demais companheiros. Inicialmente, não é cogitada a possibilidade de o zagueiro ficar à disposição de Adilson Batista para os jogos pelo Campeonato Mineiro. 

O Cruzeiro acredita que a epidemia do novo coronavírus tenha atrapalhado o andamento das negociações de Dedé com os chineses. O número de mortos em função da doença naquele país já ultrapassa 300. A cidade de Wuhan, epicentro do surto, foi isolada pelas autoridades para tentar evitar novos contágios. Voos e viagens de trem estão suspensos.

No último dia 27, o estafe do defensor pediu ao Cruzeiro uma autorização formal para negociar o jogador com um clube chinês. De acordo com Ocimar Bolicenho, diretor de futebol do Cruzeiro, o estafe teria até domingo (2 de fevereiro) para apresentar novidades. O que não aconteceu. Empresários do zagueiro, Giuliano Aranda e Ubiraci Cardoso não atenderam aos telefonemas da reportagem.

Apesar das dificuldades para encontrar um clube disposto a pagar os altos salários do zagueiro, o Cruzeiro mostrava esperança em até conseguir uma compensação na liberação do jogador. Sem a proposta do clube chinês, no entanto, essa expectativa fica consideravelmente menor.

Além do clube chinês, o Vasco havia mostrado interesse na contratação de Dedé. O clube carioca, no entanto, também vive crise financeira e não se mostrou disposto a assumir a totalidade dos salários do jogador.

Contratado em abril de 2013 com o auxílio de investidores, que pagaram R$ 14 milhões, Dedé disputou 188 jogos e marcou 15 gols pelo Cruzeiro. Por mais de três anos, o jogador enfrentou problemas de lesões nos dois joelhos. 

Enquanto esteve bem fisicamente, mostrou-se um defensor vigoroso e soberano na bola aérea. Ele ganhou dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014), duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e três estaduais (2014, 2018 e 2019).

- Publicidade-

Deixe uma resposta

- Publicidade -

Últimas Notícias

Zema faz nova entrega de respiradores a cidades do interior de Minas

O governador Romeu Zema entregou nesta sexta-feira (24/7), em Manhuaçu, macrorregião de Saúde Leste do Sul, dez...

Pouso Alegre registra mais 36 casos e fecha a semana com 182 novas infecções

A cidade de Pouso Alegre segue na crescente em número de registros de novos casos de contaminação por coronavírus. Após registrar um...

Pouso Alegre: Canil municipal tem mais de 100 animais à espera de um novo lar

O Centro de Bem Estar Animal da prefeitura de Pouso Alegre (Canil Municipal) está com 118 animais aptos para a adoção. São...

Casal é preso com plantação de maconha no quintal de casa, em Ouro Fino

Um verdadeiro matagal. Em cumprimento a um mandado de busca e apreensão em uma residência em Ouro Fino/MG, após receber denúncia anônima...

Dezesseis cidades do Sul de Minas seguem sem casos de coronavírus

Há pouco mais de quatro meses, o Sul de Minas confirmava seu primeiro caso de coronavírus. Mesmo após este período, pelo menos...
- Advertisement -

Você pode se interessar