Belo Horizonte confirma 3º caso de infecção pela Delta

Belo Horizonte registrou o terceiro caso de infecção pela variante Delta do coronavírus, mais transmissível do que as outras cepas. A paciente é uma profissional de saúde do Hospital Metropolitano Dr. Célio de Castro (HMDCC) e a identificação foi feita a partir de exame de sequenciamento genético realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O caso foi confirmado pela entidade na última sexta-feira, 13 de agosto.

“A confirmação da Covid-19 foi no dia 26 de julho de 2021 e a trabalhadora, de 52 anos, permaneceu afastada de suas atividades cumprindo o período de isolamento preconizado. Em 13 de agosto de 2021, a Fiocruz comunicou ao hospital a identificação da cepa Delta. A trabalhadora se manteve estável durante o período da doença, com sintomas leves, e está recuperada”, informa o Executivo em nota.

A prefeitura informou que o caso “segue em investigação pelo Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS)”, e ainda não se sabe se ele ocorreu de forma comunitária, ou seja, sem que tenha sido importado por pessoas de fora da cidade.

“Como prevenção, é necessário que a população mantenha as mesmas recomendações sanitárias como o uso correto de máscaras, evitar aglomerações e lavar as mãos com frequência”, conclui a gestão municipal.

Primeiros casos

Pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) detectaram, no dia 26 de julho, dois casos da variante delta do coronavírus em Belo Horizonte. Os contaminados, dois adolescentes, de 12 e 14 anos, tinham retornado de viagem de Londres, no Reino Unido, no início do mês

Relacionadas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Informe seu nome

Mais acessadas